Área Restrita
cadastre-se esqueci minha senha

Bolsa Brasileira de Mercadorias

Lideradas pela BM&F, as bolsa de mercadorias de Goiás (BMGO), Mato Grosso do Sul (BMMS), Minas Gerais (Minasbolsa), Paraná (BMP), Rio Grande do Sul (BMRS) e Uberlândia (BMU) - considerando a necessidade de implantação de um sistema organizado de comercialização que viabilizasse as condições necessárias à formação de preços e a participação de iniciativa privada no finaciamento da produção agropecuária - assinaram protocolo de intenções, em 26 de setembro de 2001, visando a criação da Bolsa Brasileira de Mercadorias.

No dia 29 de agosto de 2002, os representantes das bolsas firmaram a ata da assembléia de constituição a aprovaram os estatutos sociais da nova Bolsa. O início de suas atividades ocorreu no dia 22 de outubro do mesmo ano.

A Bolsa Brasileira de Mercadorias transformou em realidade o ideal de suas fundadoras, de instituir uma bolsa norteada por princípios de economia de mercado, notadamente quanto ao acesso dos participantes, em ambiente de livre formação de preços, garantindo competitividade e transparência a todo o processo de negocição.

Executando-se a BM&F, as demais bolsas de mercadorias fundadoras foram transformadas em Centrais Regionais de Operações (CROs), às quais permanecem vinculadas as respectivas corretoras, para efeito político administrativo. No caso de São Paulo, foi criada uma Central Regional de Operações para a vinculação das corretoras que receberem títulos em comodato da BM&F.

http://www.bbmnet.com.br/

Granos Comércio e Representação Ltda - www.granos.agr.br
Avenida Ministro João Arinos, 130 - Chácara Cachoeira
Campo Grande - MS | 79040-330
(67) 3345-5800

Redes Sociais
Desenvolvido por Youzoom - Soluções Web