Área Restrita
cadastre-se esqueci minha senha

Notícias

02/05/18 Tempo: 2ª safra de milho já tem potencial reduzido com seca no PR e MS; chuvas devem voltar na primeira semana de maio

02 de May de 2018
Não chove de forma abrangente e volumosa na faixa Centro-Sul do Brasil há pelo menos 15 dias, segundo mostram mapas de precipitação acumulada do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Essa condição já afeta o potencial da 2ª safra de milho, principalmente nos Estados do Paraná e Mato Grosso do Sul, segundo informou a AgRural para a Reuters.

"Ainda não é possível, entretanto, mensurar o impacto da estiagem na produtividade (no oeste). O tempo também está seco no norte do Paraná, mas a situação ainda não preocupa tanto porque a região tem plantio mais tardio", afirmou a consultoria em nota. A segunda safra é a principal do país já que produtores têm apostado mais na soja na primeira safra.

Produtores consultados pelo Notícias Agrícolas também relataram chuvas restritas nos últimos dias nos estados de Tocantins e Goiás.

A rodada mais recente do modelo Cosmo do Inmet não mostra chuvas no radar na maior parte da faixa Centro-Sul do país pelo menos até o final da primeira semana de maio, com exceção do Rio Grande do Sul que recebeu temporais recentemente. A partir do dia 5, no entanto, instabilidades chegam ao extremo Sul do Rio Grande do Sul e podem avançar pelo país, mas elas ainda precisam ser confirmadas. O déficit hídrico no solo já causa preocupação nos produtores.

De acordo com mapas da Climatempo na semana passada, os níveis de água no solo, dado em que é possível determinar a necessidade ou não de irrigação nas plantas, variam entre 30% e 60% na região Sul do país. Os maiores volumes estão no Rio Grande do Sul. Sem chuvas nos próximos dias, essa condição deve ser agravada.

Morgana Almeida, chefe do centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet, confirmou que o tempo no início de maio deve ser mais favorável para regiões produtoras do Brasil, com uma maior frequência de frentes frias no Sul, que poderão avançar até o Sudeste e parte da região Central nas previsões mais estendidas.

A AgResource também demonstrou preocupação em informativo recente com a falta de chuvas em áreas no Brasil. "As previsões climáticas para os próximos 10 dias no Brasil continuam trazendo a permanência de um padrão bastante árido sobre a região central. O encerramento das chuvas para o Centro-Oeste é reafirmado pelas atualizações dos mapas. Por outro lado, índices pluviométricos expressivos voltam a serem oferecidos para o Sul do país, a partir do dia 5 de maio", disse.

Assim como mostra o Inmet, a consultoria explica que as instabilidades na primeira semana de maio chegam pelo Rio Grande do Sul e se expandem pelo Paraná e a região sul do Mato Grosso do Sul será extremamente favorável, se tal rodada for confirmada, já que previsões desta distância apresentam baixa taxa de assertividade.

Fonte: Notícias Agrícolas

Granos Comércio e Representação Ltda - www.granos.agr.br
Avenida Ministro João Arinos, 130 - Chácara Cachoeira
Campo Grande - MS | 79040-330
(67) 3345-5800

Redes Sociais
Desenvolvido por Youzoom - Soluções Web