Área Restrita
cadastre-se esqueci minha senha

Notícias

13/09/17 CÂMBIO: Dólar opera em alta, mas prisão de Wesley pode trazer pressão

13 de setembro de 2017
    Porto Alegre, 13 de setembro de 2017 - Após abrir com certa
estabilidade, a moeda norte-americana opera em alta frente ao real. A prisão
preventiva do presidente da JBS, Wesley Batista, pode trazer um certo quadro de
pressão. As 10h55, a moeda norte-americana subia 0,15%, a R$ 3,1340.

    "O cenário hoje é de estabilidade com viés de baixa. O mercado continua
comprando dólar. Esse fator deixa como está, estável para baixo. Ao longo do
dia isso vai ficar mais claro. A prisão do Wesley deve pressionar para
baixo", analisa o economista do Instituto Fractual, Celso Grisi.

    O mercado também aguarda o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula
da Silva ao juiz Sérgio Moro, que também pode dar novos direcionamentos à
moeda ao longo do dia. "Vai depender muito da natureza do conteúdo que o
depoimento do Lula vai ter, mas eu vejo pressão de baixa, de qualquer forma",
reforça o economista.

    No mercado internacional, "o dólar ganha de algumas moedas emergentes e
perde para a maioria dos seus pares com os futuros operando no terreno
negativo", analisa o operador de câmbio da Correparti, Guilherme França
Esquelbek, em relatório.

    Ainda no cenário global, a expectativa é que "o dólar retome a
tendência de recuo após dois dias de alta, acompanhando a queda na
remuneração de títulos de dívidas do governo americano", pontua, em
relatório, o economista-chefe da SulAmérica Investimentos, Newton Rosa. Com
informações da Agência CMA.

     

Fonte: Safras

Granos Comércio e Representação Ltda - www.granos.agr.br
Avenida Ministro João Arinos, 130 - Chácara Cachoeira
Campo Grande - MS | 79040-330
(67) 3345-5800

Redes Sociais
Desenvolvido por Youzoom - Soluções Web